Dólar sobe nesta terça e consolida alta semestral de 35,5%

01/07/2020

Dólar

Foto: Pixabay

O dólar comercial fechou em alta de 0,22% no mercado à vista, cotado a R$ 5,4360 para venda, em sessão volátil em meio à formação de preço da taxa Ptax de fim de mês, na primeira parte dos negócios, em ajustes no último pregão do semestre e com o exterior reagindo às declarações do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) sobre a recuperação da economia no país. 

Com isso, a moeda fecha o mês em alta de 1,85%, enquanto no trimestre, se valorizou em 4,5%, engatando o segundo trimestre de alta. No acumulado de seis meses, a moeda teve forte valorização de 35,5%, com o real tendo um dos piores desempenhos entre as moedas globais no ano.  

“Termina o semestre mais conturbado da história do mercado financeiro e provavelmente, da humanidade no século 21. De um início em que uma série de países iniciava um ciclo de crescimento mais modesto e outros, como o Brasil, emitiam sinais positivos de adentrar um contraciclo, todos foram igualmente inseridos em um dos piores cenários recessivos globais”, avalia o economista-chefe da Infinity Asset, Jason Vieira, sobre a crise gerada pela pandemia do novo coronavírus.

Vieira ressalta que a liquidez injetada pelas autoridades monetárias do mundo nos últimos meses “foi grande o suficiente” para que boa parte das bolsas de valores quase retomasse o recorde numérico atingido em diversos mercados até março deste ano. 

“Porém, o mesmo não ocorre com a economia real, ainda influenciada por idas e vindas da pandemia”, diz. Aqui, o índice Ibovespa fechou o semestre com queda de 17,2%, enquanto se valorizou em 31,2% entre abril e junho. 

A agenda de indicadores amanhã estará mais pesada com os dados do mercado de trabalho dos Estados Unidos no setor privado (ADP), o índice da atividade industrial – no qual é a expectativa é atingir 49,5 pontos -, além da leitura revisada dos índices dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) da atividade industrial, todos números de junho. 

Para o economista da Guide Investimentos, Alejandro Ortiz, os números podem pesar na precificação dos ativos amanhã, no qual podem trazer uma leitura da velocidade de recuperação da economia dos Estados Unidos. Porém, o viés para a primeira sessão do segundo semestre do ano e para os próximos dias segue de volatilidade na moeda.

CATEGORIAS:

TAGS:

FONTE: https://www.canalrural.com.br/economia/dolar-sobe-nesta-terca-e-consolida-alta-semestral-de-355/

Contato