Lavoura de soja plantada no início da janela sofre riscos em Goiás

17/12/2022

O plantio de soja já superou 90% da área em todo o Brasil. Em Goiás, por exemplo, a semeadura está prestes a ser finalizada. De acordo com o presidente da Aprosoja-GO, Joel Ragagnin, o estado sofreu com um período de instabilidade climática, com o mês de outubro muito seco na região centro-norte do estado, bem como um novembro sem chuva na parte centro-sul.

“As lavouras que foram plantadas no mês de novembro estão com um desenvolvimento muito bom, mas na região do centro-sul, onde o plantio é mais adiantado, feito no início da janela de plantio, o clima do mês de novembro vem prejudicando as áreas de soja”, afirma.

A exemplo dos demais estados produtores de soja do país, a comercialização em Goiás está lenda, aquém dos índices atingidos nos últimos anos para o período.

De acordo com projeções iniciais da consultoria Safras & Mercado, o estado deve plantar soja em 4,450 milhões de hectares na safra 2022/23. A produção esperada é de 16,737 milhões de toneladas, redução de 2,4% frente à temporada anterior, de 17,140 milhões de toneladas.

Já em relação à produtividade goiana, Safras estima em 3,780 kg/ha, o equivalente a 63 sacas por hectare.

FONTE: https://www.canalrural.com.br/projeto-soja-brasil/lavouras-soja-plantadas-inicio-janela-sofrem-riscos-goias/

Contato