Soja: chuva do Sudeste ao Centro-Oeste. Veja previsão até janeiro

20/12/2022

Com a frente fria instalada, há um corredor de chuva entre Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, interior do Matopiba, Goiás e Mato Grosso. Nestas áreas, o acumulado deve ser de até 130 mm entre a terça-feira (20) e o próximo sábado (24), véspera de Natal.

Em Minas Gerais, este excesso de umidade deve causar erosão no solo, interrompendo os trabalhos em campo, visto que os últimos dias têm sido de intensa precipitação no estado. Por outro lado, no pé do mapa, o Rio Grande do Sul permanece com tempo seco, com temporais isolados apenas no nordeste.

Avançando entre 25 e 29 de dezembro, os maiores volumes de chuva continuam concentrados na faixa norte. Os destaques vão para Rondônia, oeste de Mato Grosso, Pará e Amazonas, onde devem cair cerca de 70 mm. No Sul, onde há mais necessidade, os acumulados ficam entre 15 mm e 30 mm mo período.

Já nos últimos dias do ano e início de 2023, ou seja, entre 30 de dezembro e 3 de janeiro, a chuva fica mais concentrada no Sudeste. A novidade é que as precipitações chegarão mais fortes para as áreas produtoras de soja do Paraná. Contudo, também sobra umidade para Santa Catarina e Rio Grande do Sul, mas com menores índices.

FONTE: https://www.canalrural.com.br/projeto-soja-brasil/soja-chuva-sudeste-centro-oeste-sul-previsao-janeiro/

Contato