Soja: mais chuva em SC e PR, menos no RS. Veja previsão até 17 de dezembro

03/12/2022

A irregularidade das chuvas tem marcado as últimas semanas no Brasil. Por um lado, excesso em Santa Catarina, prejucando algumas lavouras. De outro, precipitações sem uniformidade no noroeste de Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul. Muitos produtores gaúchos, inclusive, interromperam o plantio por falta de umidade no solo. Mato Grosso também vem sentindo esse efeito.

Contudo, de sábado (3) à próxima quarta-feira (7), há previsão de chuva para os três estados do Sul. Mais uma vez, os volumes mais elevados no período são em Santa Catarina e Paraná, com cerca de 50 mm. Rio Grande do Sul também deve receber precipitações significativas, com mais de 30 mm.

Para Bahia e Espírito Santo, os acumulados de chuva podem trazer transtornos. A água também cai no Brasil Central, com destaque para o centro de Goiás e noroeste de Mato Grosso, com previsão de, aproximadamente, 70 mm.

Já de 8 a 12 de dezembro, a chuva mais forte se concentra no Sudeste do país. Pode haver interrupção na semeadura e demais trabalhos em campo em Minas Gerais, principalmente no Triângulo Mineiro e em Unaí, município que se destaca na produção de soja.

Por fim, dos dias 13 ao 17, a tendência segue a mesma, com maiores acumulados no Sudeste. Assim, há diminuição no Matopiba (áreas de Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia). No sul, a disponibilidade hídrica continua satisfatória no Paraná e em Santa Catarina. No entanto, no Rio Grande do Sul, a irregularidade predomina, com cerca de 15 mm em algumas áreas, especialmente ao norte do estado.

FONTE: https://www.canalrural.com.br/projeto-soja-brasil/soja-chuva-santa-catarina-parana-rio-grande-do-sul-dezembro/

Contato