Valor da arroba volta a subir e boi gordo é negociado a R$ 262 em São Paulo

14/10/2020

boi gordoboi gordo

Foto: Lorran Lima/Idaf

O mercado físico do boi gordo registrou preços predominantemente mais altos nesta terça-feira, 13. Segundo o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, os frigoríficos ainda apontam para uma posição de relativo conforto em suas escalas de abate, posicionadas entre quatro e cinco dias úteis.

“A incidência de boi à termo, além da utilização de confinamento próprio é uma variável importante para entender as escalas de abate dos frigoríficos de maior porte”, diz

Enquanto isso, a disputa por animais que cumprem os requisitos de exportação ao mercado chinês permanece acirrada, com negócios ocorrendo em até R$ 7 acima da referência média da arroba do boi comum.

Em São Paulo, Capital, os preços do mercado à vista ficaram em R$ 262 a arroba, ante R$ 261 na sexta-feira, 9. Em Uberaba, Minas Gerais, os preços ficaram em R$ 260 a arroba, contra R$ 258. Em Dourados, no Mato Grosso do Sul, o valor chegou a R$ 255 a arroba, estável. Em Goiânia, Goiás, o preço indicado foi de R$ 253 a arroba, ante R$ 250. Já em Cuiabá, no Mato Grosso, a cotação foi de R$ 246 a arroba, contra R$ 244.

Atacado

No mercado atacadista, os preços da carne bovina seguem estáveis. Conforme Iglesias, a tendência é por menor espaço para reajustes ao longo da segunda quinzena do mês, período que conta com menor apelo ao consumo, levando a uma reposição mais lenta entre atacado e varejo.

Com isso, a ponta de agulha seguiu em R$ 14,25 o quilo. O corte dianteiro permaneceu em R$ 14,30 o quilo, e o corte traseiro continuou em R$ 19,30 o quilo.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em alta de 0,97%, sendo negociado a R$ 5,5810 para venda e a R$ 5,5790 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,5230 e a máxima de R$ 5,6270.

FONTE: https://www.canalrural.com.br/noticias/pecuaria/boi/valor-da-arroba-volta-a-subir/

Contato